Aurélio Magalhães – Da China Para Casa by Bike

BLOG

Um bom e velho amigo na República Tcheca

A República Tcheca sempre esteve nos meus planos durante essa viagem.  Primeiro por ter um grande amigo por lá, e além disso sempre quis comprovar a fama de boas cervejas daquele lugar… O resultado disso tudo, mais a pressa de fugir do frio e chegar em Budapeste antes da minha irmã, é que estou atrasadíssimo com meus posts… Ela já chegou, mas conto sobre isso nos próximos posts.

Catedral em Brno, segunda maior cidade da República Tcheca.
Catedral em Brno, segunda maior cidade da República Tcheca.

Encontrei Beto, um velho amigo dos tempos de Fórmula Academia em sua cidade atual, Brno no sul do país.  Encontrá-lo foi como qualquer bom encontro com velhos amigos…. muita história relembrada, boas risadas, e algumas presepadas que vão ficar para história (livro)… tudo isso claro, regada a boas cervejas já que ali não pode faltar.

Trabalhamos juntos há muuuuito tempo.. Ele sempre ia ao Departamento de Medicina Esportiva da Academia para corrigir as falhas do sistema operacional da avaliação física. Fera da computação! Sabe aquele amigo que quebra seu galho para instalar o micro em casa… Beto era desses caras.

Beto, a esposa Katerina e filha Alma (Princesinha) no parque em Brno, República Tcheca.
Beto, a esposa Katerina e filha Alma (Princesinha) no parque em Brno, República Tcheca.

Enfim, Beto fez todas as vezes da casa com sua família, me apresentou pratos típicos, me deu uma aula sobre costumes locais e foi meu guia turístico na cidade.  Até tínhamos planos de pedalarmos juntos, mas infelizmente ele ficou muito gripado e não conseguiu pedalar.  Mesmo assim, tivemos a oportunidade de passar um final de semana em Praga.

Praga, República Tcheca.
Praga, República Tcheca.
Praga, República Tcheca.
Praga, República Tcheca.

Praga estava lotada!  Muito diferente da primeira vez que estive por lá… Mas nem isso foi capaz de nos impedir de conhecer diversos tipos de bares e restaurantes para coroar aquele final de semana como um dos mais etílicos de toda a viagem. Boas cervejas e velhos amigos, o que pode dar errado?

 


 

A viagem ao redor do globo continua. Suba na garupa e venha comigo nesta aventura!

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Obrigado por me seguir!

Gostou desta postagem? Então curta, comente e compartilhe!

Seu envolvimento me ajuda a manter a motivação!

Você pode colaborar com este projeto ajudando e incentivando, clique no botão abaixo e conheça minha campanha de financiamento coletivo, na plataforma APOIA.se, as recompensas começam a partir de R$8,00 por mês.

4 respostas

  1. Vc já deve até ter saído da república….A pedra que eu quero é muito cara no Brasil, não sei aí. Não tenho muitas referências, sei que se chama moldavite, e o tamanho pode ser o mínimo possível. É uma espécie de meteorito, mas veja, nada que mexa com orçamentos. Aqui no Brasil custa por volta de R$ 800,00 (2cm) Só quero pagar uns R$ 200,00 será que é pedir muito?). Aí vc me manda o número da conta, caso encontre facilmente. Bjssss

    1. Sueli… Me desculpe!!! Eu me esqueci completamente sobre a pedra que mencionou. Minha passagem foi muito rápida devido ao frio e ao meu encontro com a minha irmã. De qualquer forma, já conversei com um amigo que mora lá. e ele ficou de ver e me mandar as informações.
      Me desculpe pela gafe!
      Bj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =