Aurélio Magalhães – Da China Para Casa by Bike

BLOG

Cicloturismo na Mongólia – A emoção em vivenciar a cultura local

TEMPORADA MONGÓLIA –

EPISÓDIO #1 –

Fiz questão de gravar esse vídeo no momento em que acordei, para compartilhar a preparação de uma família mongol para encarar o dia. Aqui, todos compartilham um só cômodo, em uma cabana chamada “yurt”, habitação típica, parecida com uma tenda de circo forrada com lã, sem banheiro, água encanada e o fogão movido a lenha ou carvão mineral além de preparar as refeições serve de aquecedor para o rígido clima de Ulan Bataar, capital da Mongólia.

O pai estuda buscando artigos na internet antes de levar as 13 cabeças de gado para a pastagem nas montanhas, enquanto a mãe prepara o café da manhã. As filhas, se preparam para ir à escola e dividem as tarefas da casa, como recolher os colchões e cobertores do chão onde dormem, varrer o chão ou buscar água de carriola no centro de distribuição que abastece todo o bairro.

Ficar com essa família foi um dos momentos mais emocionantes da viagem. A família de Berg é muito simples, e vivem praticamente do recurso das 13 cabeças de gado que ele possui. Até por isso, todas as partes do animal são aproveitadas.

Essa típica sopa de soro de leite com ossos é um prato típico feito no inverno e na primavera, onde os ossos são reutilizados várias vezes antes de serem descartados e assim aproveita-se todo seu valor nutricional. Assim que a quantidade de gordura ideal é liberada pelos ossos, eles são separados para serem reutilizados em uma próxima oportunidade. Enquanto a mão cuida da sopa, as crianças preparam a rústica massa que complementa o prato.

 


 

A viagem ao redor do globo continua. Suba na garupa e venha comigo nesta aventura!

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Obrigado por me seguir!

Gostou desta postagem? Então curta, comente e compartilhe!

Seu envolvimento me ajuda a manter a motivação!

Você pode colaborar com este projeto ajudando e incentivando, clique no botão abaixo e conheça minha campanha de financiamento coletivo, na plataforma APOIA.se, as recompensas começam a partir de R$8,00 por mês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × cinco =