Aurélio Magalhães – Da China Para Casa by Bike

BLOG

Cicloturismo na Rússia – Que bom vocês estão aqui, chegamos em Moscou

TEMPORADA RÚSSIA –

EPISÓDIO #1 –

Cicloturismo na Rússia – Que bom vocês estão aqui, chegamos em Moscou

Neste episódio mostro quanto pesa minha bicicleta e equipamentos.

Me hospedei na casa de Nickolay. Um típico morador de Moscou, membro do WS e fanático por bicicleta. Logo que cheguei, Nicolay me apresentou a seus amigos e fomos dar um passeio. Conheci os principais pontos turísticos da cidade. Era domingo, pouco trânsito e clima delicioso.

Moscou possui aproximadamente 15 milhões de habitantes e se revelou muito diferente do que imaginava. Esperava uma cidade fria e cinza, com frota automobilística antiga e prédios caindo aos pedaços herdados da época comunista. No entanto, me deparei com um calor de 30°C, céu azul, uma cidade incrivelmente verde, repleta de parques, praças e lagos, limpa e organizada. Me surpreendi também com a frota de carros novos, com as fachadas coloridas dos prédios e com a quantidade de gente bonita nas ruas! Que mulherada linda!!! Como se diz no interior: Me apaixonei em cada esquina!

A Praça Vermelha é a principal atração da cidade. Lá encontra-se a Catedral de São Basílico, o Kremelin, o mausoléu de Lenin, o museu histórico, e um sofisticado shopping center.

A Catedral Ortodoxa de São Basílico é o símbolo da cidade. Construída em 1561, é Patrimônio Mundial da Unesco e sua arquitetura é única! Não existe nada similar no país. Parece um castelo de contos de fadas.

O Kremlin, residência oficial do presidente a mais de 2.000 anos, é uma fortaleza que abriga também museus, galerias, praças, monumentos e exibe uma arquitetura interessantíssima.

A fachada do museu é lindíssima! Seu acervo possui quase 2 milhões de objetos entre relíquias pré-históricas, obras de artes como quadros, esculturas, fotografias, documentos e tudo o mais.

O mausoléu abriga o corpo embalsamado do mais importante nome e fundador da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas. O corpo de Lenin (1870-1922) – ainda é visitado por milhares de Russos todos os dias. Lenin foi um líder que combateu a opressão popular da época e por isso é tão querido pela população.

Na verdade Moscou é um museu a céu aberto. Prédios com lindas fachadas, parques, igrejas, monumentos faz de qualquer passeio um deleite.

Visitei também o centro de exibições permanente de Moscou, o Panrusso, conhecido pelos locais como Parque Ostankino, que serve também como uma espécie de museu dos tempos da antiga União Soviética e parque de diversão.

Uma das atrações da cidade são as estações de metrô. Construídas por Lenim para homenagear os trabalhadores que por ali passam todos os dias, elas são um luxo, que mais parecem o hall de hotéis 5 estrelas. O sistema metroviário da cidade possui mais de 180 estações divididas em 12 linhas. Em uma manhã chuvosa, aproveitei para conhecer as mais famosas. Mais o alfabeto cirílico praticado no país proporciona um grande desafio. A Rússia é um dos poucos países que conheci que não traduz para o inglês. E isso dificulta até na hora de fazer compras no mercado, ou ver um cardápio, me obrigando a escolher os produtos pelas fotos. Também fui desprezado por algumas pessoas quando tentei me comunicar em inglês.

Minha bicicleta estava precisando de alguns ajustes e Nickolay me levou na bicicletaria de seus amigos onde consegui todo o apoio que precisei. A Kapibike bicicletaria, organizou uma mini palestra relâmpago onde tive o prazer de compartilhar por 2 horas meu estilo de viagem. De um dia para o outro juntaram 9 pessoas. Adorei a experiência de compartilhar e relembrar algumas histórias.

 


 

A viagem ao redor do globo continua. Suba na garupa e venha comigo nesta aventura!

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Obrigado por me seguir!

Gostou desta postagem? Então curta, comente e compartilhe!

Seu envolvimento me ajuda a manter a motivação!

Você pode colaborar com este projeto ajudando e incentivando, clique no botão abaixo e conheça minha campanha de financiamento coletivo, na plataforma APOIA.se, as recompensas começam a partir de R$8,00 por mês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro − quatro =