Aurélio Magalhães – Da China Para Casa by Bike

BLOG

Parado pela polícia rodoviária

Depois de dar um giro em Lillesand, parei de frente ao mar em uma pracinha para assistir umas crianças alimentar os pássaros e dar rumo ao GPS.

Olha o passarinho...

O tempo estava nublado embora soubesse que não choveria. Acho que finalmente consegui entender o bendito GPS.
Rota planejada e lá fui eu, rumo a Kristiansand. O vento pela primeira vez ajudou e consegui estabelecer uma média de 24 km/h durante quarenta minutos. No entanto sentia que algo estava esquisito. A estrada que trafegava era bem diferente das que pedalara até então. Ela mantinha uma inclinação leve em declive com alguns túneis que não me deixava confortável. Os carros e caminhões passavam a toda!
Pela primeira vez não me sentia seguro pedalando na Noruega. Pela primeira vez também as placas de sinalização e o GPS mostravam a mesma distância. Pedalei por um bom tempo e nada de ciclovias. Senti que algo estava errado.
Lá na frente, avistei uma rotatória que permitia um acesso a ciclovia. Dava para ver que ela acompanhava a estrada. Já havia percorrido 17 km. Na rotatória um carro de policia me fez sinal para parar.
Com muita educação o policial me disse que aquela via (E 18) era proibida ao tráfego de bicicletas e teria que me multar em Kr 900. Cerca de R$ 300.
Me desculpei e apresentei meu mapa que não mostrava nenhuma restrição ao tráfego de bicicletas naquele trecho. Os dois policiais caíram na gargalhada ao ver o meu mapa. Disseram que aquele trecho é novo e que não estava no mapa. Perceberam que eu realmente não sabia da proibição e me deixaram ir.
Não sabia se ria ou se chorava!
Kristiansand

Feita as pazes com meu GPS e recuperado do susto, cheguei por volta da 15h a Kristiansand. Dei uma volta e fui jantar um delicioso prato com salmão, bacalhau fresco, camarão, marisco, vieira, e vegetais. Uma delícia!
Delicioso!

Stopped by the traffic police

After riding around Lillesand, I stopped by a small square in front of the sea to watch the children feed the birds and to give directions to the GPS.
It was cloudy although I knew it wouldn’t rain. I thing I finally understood the blessed GPS.
As the route was planned, I left on my way to Kristiansand. For the first time the wind helped me and I could make an average of 15 miles an hour for 40 minutes. Nevertheless, I noticed that something was strange. The road I was riding was much different than the ones I had ridden before. I didn’t feel much at easy riding on this road that was slightly inclined with slopes and tunnels. Cars and trucks passed over me speeding up!
For the first time I didn’t feel safe pedaling in Norway. Also for the first time the signposts and the GPS showed the same distance. I pedaled for a long time and couldn’t find any bike lane. I noticed something was wrong. Ahead of me I saw a roundabout that would take me to the bike lane. I could see that it was all along the road. I had already rode for about ten and half miles. At the roundabout a police car signaled me to stop.
Very politely the police officer told me that the road was the (E18) and that bikes were not allowed and that he would have to give me a fine of Kr 900. About R$ 300,00.
I apologized and showed him my map in which there was no bike restriction for that route. The officers burst into laughing when they saw my map. They said that, that part of the road was new and it wasn’t in the map. They realized that I really didn’t know about the restriction and they let me go. I didn’t know whether I should laugh or cry!
After reconciling with my GPS and recovered from the shock, I got to Kristiansand at about 3pm. I went for a ride around the town and stopped to have dinner. I had a delicious dish with salmon, fresh codfish, shrimp, shellfish, scallop, and vegetables. Delicious!

 


 

A viagem ao redor do globo continua. Suba na garupa e venha comigo nesta aventura!

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Obrigado por me seguir!

Gostou desta postagem? Então curta, comente e compartilhe!

Seu envolvimento me ajuda a manter a motivação!

Você pode colaborar com este projeto ajudando e incentivando, clique no botão abaixo e conheça minha campanha de financiamento coletivo, na plataforma APOIA.se, as recompensas começam a partir de R$8,00 por mês.

18 respostas

  1. Aurélio, imagino seu susto com os guardas chamando a sua atenção. Sei o quanto vc se empenha em seguir as regras e leis, o quanto estudou isso para não errar. MAs, trecho novo, erro de falta de sinalização, certo?
    Quanto a foto das crianças olhando os pássaros… elas são todas certinhas e comportadas… todas olhando na mesma direção no mesmo instante… não são mesmo crianças brasileiras (risos). Estou amando acompanhá-lo diariamente.Conseguiu a receita deste prato do jantar? beijocas

  2. No final você ainda vai rir muito !!!! Estou te acompanhado hein !!! E com certeza esse prato deu água na boca !! Grande abraço !!!!!

  3. Oi Tato..
    Que saudades..
    Estava sem net há alguns dias..
    Amei as novidades.. Que bom que os guardas entenderam a sua situação…
    Boa viagem e estarei todos os dias te acompanhando
    bj

  4. E qto custou essa maravilha de prato ? Estou preocupado pois falam que comida aí é carézimo !!
    Me responde uma coisa. Onde vc trocou ou comprou suas coroas ? Tem casas de câmbio por aí, ou vc troca em banco ?
    Estoui sempre acompanhando seus relatos. Parabéns !!

    1. A comida é bem caro. Esse prato custou cerca de R$ 100.
      Troquei no aeroporto, pois cheguei sem nenhuma coroa. A informacao que tenho é que se pode trocar em casas de cambio ou banco.. quando for trocar novamente te falo. as taxas sao parecidas..
      Abrc

  5. Aurélio, estou acompanhando seu blog todos os dias e torcendo muito por você!
    Que susto hein!?
    Mas no final tudo deu certo e ainda jantou um prato belíssimo! Espero que delicioso também.
    Beijos e boa sorte.

  6. Rsrsrs aiaiai que susto menino!
    E engraçado como quando os policiais europeus percebem que fizemos uma “cagada” e que foi realmente sem querer… caem na gargalhada! Só q não me livrei da multa… Vou jantar, seu prato me deu fome!
    Bj

  7. que susto dos quardas hem ! te conheço e sei que vc dibrou os quardas certinho .Estou sempre de olho em vc te acompanho todos os dias ande direitinho e com cuidado bjs mami

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × quatro =