Aurélio Magalhães – Da China Para Casa by Bike

BLOG

Bandeira do Brasil vira meu amuleto de sorte!

Mais uma vez, a bandeira do Brasil chamou a atenção. Hans, um norueguês que viajou de moto na América do Sul, foi logo se apresentando e me convidou para ficar um dia em sua casa. Ele mora em Hamneide.

Antes de seguir em direção a Hamneide, decidi seguir a dica de Patrik, o dono do hotel que fiquei hospedado, e conhecer uma estrada de 17 km que passa em frente ao hotel, seguindo em direção totalmente contrária ao meu roteiro. Como teria que voltar pelo mesmo caminho, deixei minha bagagem no hotel e segui por uma linda estrada á beira do mar com lindas vistas para o fiorde e para as montanhas com seus picos nevados.

Vista do caminho

O sol deixava o passeio ainda mais gostoso. Sem o peso do trailer e dos alforjes desenvolvi uma velocidade média de 26 km/h.

Vista do caminho

Deslumbrado com o visual, distraído, passei em um buraco e meu pneu traseiro ganhou um furo que o líquido não conseguiu restaurar. Enchi por varias vezes e nada de parar de esvaziar.
Patrick já viajou 24.000 km de bike com sua namorada da Itália até a China em 9 meses. Com experiência de sobra e apaixonado por bike, ele me ajudou a restaurar a bicicleta. Aproveitei e comprei um pneu novo para a La Macchina. O pneu traseiro já estava bem gasto!
Para encontrar Hans, desviei 13 km do meu trajeto. Valeu apena! Ele e seu primo Sten me aguardavam com um churrasco.

Sten e Hans fazendo churrasco no quintal

June 15th Flag becomes a lucky charm!

Once more, the Brazilian flag called the attention. Hans, a Norwegian who travelled by motorcycle all around South America, soon introduced himself and invited me to stay in his house. He lives in Hamneide.
Before heading to Hamneide, I decided to follow the tip of Patrik, the owner of the hotel where I stayed, and came to know a 17 kilometers road that passes in front of the hotel, which goes on a completely opposite direction of the route I had traced. As I would have to return through the same way, so I left my bags at the hotel and went riding along a beautiful road at the sea edge with a wonderful landscape of the fjords and of the mountains with its snowy peaks.
The ride was even better because of the sun. Without the weight of the trailer and the saddlebags I developed an average speed of 26 km/h.
Delighted with the view, and distracted, I passed over a hole and the rear tire was punctured and the fluid couldn’t repair it. I inflated the tire several times and nothing would stop it.
Patrick has already travelled 24.000 km by bike with his girlfriend from Italy to China during 9 months. Having a lot of experience and a passion for bikes, he was able to help me restore the bike. I took the chance to buy a new tire for La Macchina. The rear tire was already really wasted!
To meet Hans, I had to stray 13 km of my way. It worth while! He and his cousin Sten were waiting for me with a barbecue.

 


 

A viagem ao redor do globo continua. Suba na garupa e venha comigo nesta aventura!

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Obrigado por me seguir!

Gostou desta postagem? Então curta, comente e compartilhe!

Seu envolvimento me ajuda a manter a motivação!

Você pode colaborar com este projeto ajudando e incentivando, clique no botão abaixo e conheça minha campanha de financiamento coletivo, na plataforma APOIA.se, as recompensas começam a partir de R$8,00 por mês.

3 respostas

  1. oi gostei muito das fotos e da sua viajem , posso colocar em meu blog uma das fotos da noruega, não fotos suas pessoas. de paisagens. ate mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =