Aurélio Magalhães – Da China Para Casa by Bike

BLOG

Monte Halla e a despedida da Coréia do Sul

Ainda com a sombra do terrível incidente da morte do coreano na cabeça, fiz uma dura caminhada ao cume do Hallasan ou Monte Halla, situado a 1950 m de altitude, no centro da Ilha de Jeju antes de me despedir da Coréia do Sul.

Depois de 3 dias na inércia, decidi que já era hora de deixar o episódio da morte do coreano para trás. É claro que eu ainda tinha as cenas bem vivas em minha memória, mas já não aguentava mais ficar no albergue alimentando aquelas lembranças. Precisava fazer algo, e resolvi visitar o Monte Halla, uma cratera de vulcão adormecido a mais de 1000 anos.

Meu dia começou cedo. Levantei 5:30h da manhã, com tempo chuvoso e muito frio e de táxi fui até o pé da face norte da montanha. O albergue YEHA oferece uma promoção bem legal e divide o táxi com os hóspedes. A corrida sai por pouco mais de US$ 5, e leva apenas 15 minutos. 4 vezes mais rápido que o ônibus.

Eu havia checado a condição do tempo na internet e a forte neblina no pé da montanha não batia com a previsão que era de dia  ensolarado. Quase voltei com o mesmo táxi. Mas o yr.no, o site norueguês que uso para checar a previsão do tempo desde o projeto Noruega by Bike erra muito pouco. Resolvi acreditar mais uma vez nele e lá fui eu, com muito frio.

A face norte é a rota menos escolhida para chegar ao cume. São 8,9 km e é bem íngreme e complicada, com muito gelo no caminho e o uso de crampões ou grampões torna-se obrigatória. Em alguns trechos a neve estava bem fofa e acabei afundando algumas vezes até o joelho. Meu tênis chegou a molhar bastante, mas as meias de lã de carneiro que uso para pedalar quando está muito frio conseguiram segurar a onda. Foram 4 horas bem puxadas até o pico mas o esforço compensou. Depois que ultrapassei a forte neblina o sol apareceu e deixou o visual magnífico!

Início da trilha com muita neblina e gelo. Hallasan - Jeju - Coréia do Sul.
Início da trilha com muita neblina e gelo. Hallasan – Jeju – Coréia do Sul.
Depois da espeça nebilna o sol chegou com força e deixou o visual magnífico. Trilha do Monte Halla - Jeju - Coréia do Sul.
Depois da espeça nebilna o sol chegou com força e deixou o visual magnífico. Trilha do Monte Halla – Jeju – Coréia do Sul.
Trilha para o cume do Monte Halla - Jeju - Coréia do Sul.
Trilha para o cume do Monte Halla – Jeju – Coréia do Sul.
Lindo visual na trilha do Monte Halla - Jeju - Coréia do Sul.
Lindo visual na trilha do Monte Halla – Jeju – Coréia do Sul.
Vista do cume da cratera do vulcão do Monte Halla - Jeju - Coréia do Sul.
Vista do cume da cratera do vulcão do Monte Halla – Jeju – Coréia do Sul.

A descida pela face leste foi bem mais tranquila, embora um pouco mais longa, 9,6 km, é bem menos inclinada no entanto muito mais movimentada. Levei apenas 2 horas para descer. Fiquei impressionado com a quantidade de turistas que cruzei na descida. Na base da montanha, peguei um ônibus e voltei para o albergue.

A viagem de navio durou 12 horas noite adentro. Das 19h ás 7 da manhã. Em Busam, mais uma vez tive  a ajuda de Seok, que já havia me recebido na minha primeira passagem pela cidade e as coisas ficaram bem mais fáceis. Membro do Warm Showers, Seok já havia providenciado a caixa para empacotar a bike, me ajudou no processo e foi super gentil ao se levantar 4:30h da madrugada para me levar para o aeroporto, mostrando mais uma vez a incrível hospitalidade do povo coreano.

Coreano Seok de frente para um delicioso prato de sashimi à moda coreana.
Coreano Seok de frente para um delicioso prato de sashimi à moda coreana.

 


 

A viagem ao redor do globo continua. Suba na garupa e venha comigo nesta aventura!

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Obrigado por me seguir!

Gostou desta postagem? Então curta, comente e compartilhe!

Seu envolvimento me ajuda a manter a motivação!

Você pode colaborar com este projeto ajudando e incentivando, clique no botão abaixo e conheça minha campanha de financiamento coletivo, na plataforma APOIA.se, as recompensas começam a partir de R$8,00 por mês.

4 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =