Aurélio Magalhães – Da China Para Casa by Bike

BLOG

Cicloturismo na Nova Zelândia – As águas sagradas de Rotorua

TEMPORADA NOVA ZELÂNDIA –

EPISÓDIO #11 –

Rotorua é sem dúvida, o lugar da Nova Zelândia, em que a cultura Maori é mais evidente e disseminada, não só entre os locais, mas também entre os turistas, com aldeias, museus, escolas e institutos de arte e cultura.

Mas não é só por isso que é o lugar mais visitado da ilha norte da Nova Zelândia. Situada no Círculo de Fogo do Pacífico, Rotorua é a terra das maravilhas geotérmicas, com poços de lamas borbulhentas, gêiseres que explodem a mais de 30 metros de altura, piscinas coloridas com temperaturas acima dos 50°C. crateras esfumaçantes, entre outras atrações.

Situado a 30 km de Rotorua, e administrado pelo departamento de Conservação da Nova Zelândia, encontra-se o Wai – O – Tapu, o maior parque geotermal da Nova Zelândia, que na língua Maori significa “Águas sagradas”. O parque possui 18 Km2 , e está situada na depressão vulcânica de Taupo, oferecendo aos turistas a oportunidade de conhecer inúmeros tipos de atrações geotérmicas raras em nosso planeta, cuja a formações remetem a 160 mil anos. O PH ácido, os diferentes componentes químicos como enxofre, ferro, carvão, manganês e vários outros, associados a temperatura da água, são responsáveis pelas diferentes colorações naturais dos lagos. No total, são 25 pontos de atrações distribuídos em 3 circuitos diferentes que é possível percorrer em algumas horas.

Entre as principais atrações do parque está o Lady Knox Geyser, que entra em erupção induzida pontualmente as 10:15h da manhã, elevando seu jato a 30 metros de altura. É um pouco decepcionante saber que sua erupção não é natural e sim provocada pelo homem, mesmo assim, acaba sendo um espetáculo interessante, assim como todas os lagos coloridos, crateras fumegantes, nascentes efervescentes, gêiseres e piscinas de barros borbulhantes.

Se você curtiu esse episódio, você pode, aqui mesmo nesse canal, assistir o episódio do Parque Nacional de Yellowstone nos EUA, outra região geotérmica incrível que eu visitei na minha volta ao mundo de bicicleta.

 


 

A viagem ao redor do globo continua. Suba na garupa e venha comigo nesta aventura!

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Obrigado por me seguir!

Gostou desta postagem? Então curta, comente e compartilhe!

Seu envolvimento me ajuda a manter a motivação!

Você pode colaborar com este projeto ajudando e incentivando, clique no botão abaixo e conheça minha campanha de financiamento coletivo, na plataforma APOIA.se, as recompensas começam a partir de R$8,00 por mês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − 10 =