Aurélio Magalhães – Da China Para Casa by Bike

BLOG

Brunost – o queijo Norueguês

Brunost (queijo castanho) é um queijo norueguês produzido com soro de leite.
As duas variedades mais populares na Noruega são o Gudbrandsdalsost, que significa queijo da região de Gudbrandsdal (feito com leite de vaca) e o mais tradicional geitost, feito na totalidade ou em parte com leite de cabra. Existem ainda variedades regionais, com sabores e cores diferentes, dependendo da quantidade de caramelo que contenham.


O geitost possui um sabor forte e doce, com reminiscências de caramelo e leite de cabra. Por outro lado, o Gudbrandsdalsost é semelhante, mas possui um sabor mais suave. As duas variedades são muitas vezes usadas como recheio de sanduíches só com uma fatia de pão, populares na Escandinávia. Também podem ser usadas como acompanhamento de lefse (pão de batata, leite e farinha assado na chapa). Em algumas regiões, o brunost e o lefse são usados como acompanhamento do lutefisk.
É também usado em molhos de pratos de caça, com frutos silvestres. Confere aos molhos um sabor sutil de caramelo.


Produzido com uma mistura de leite, natas e soro de leite, é fervida cuidadosamente durante diversas horas, de forma a que a água se evapore. O calor transforma o açúcar do leite em caramelo, que confere ao queijo o seu sabor característico. Existe uma variante com pouca gordura feita com uma maior proporção de soro de leite.


Se for fervido menos tempo, obtém-se a versão conhecida como prim. O prim era já produzido havia muito tempo na Noruega quando Anne Hov, esposa de um camponês, teve a ideia de adicionar o creme ao queijo. Cobrou um bom preço pelo seu novo queijo gordo, tendo, de acordo com a tradição popular, este produto salvo financeiramente o vale de Gudbrand na década de 1880.
Atualmente existem diversos tipos de brunost nas lojas norueguesas, sendo os principais produtores a Tine meierier, na Noruega, e a Milko, na Suécia.

 


 

A viagem ao redor do globo continua. Suba na garupa e venha comigo nesta aventura!

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Obrigado por me seguir!

Gostou desta postagem? Então curta, comente e compartilhe!

Seu envolvimento me ajuda a manter a motivação!

Você pode colaborar com este projeto ajudando e incentivando, clique no botão abaixo e conheça minha campanha de financiamento coletivo, na plataforma APOIA.se, as recompensas começam a partir de R$8,00 por mês.

6 respostas

  1. Opa Queijo to dentro!!!!
    Estou até vendo a quantidade de receitas e novidades que você irá conhecer e depois nos brindar com seus comentários. Arrebenta lá, sei que vai dar tudo certo!!!!!

  2. Vamos fazer uma degustação de vinhos e o pano de fundo será a culinária viking tendo como carro chefe um salmão gravlax e aquavit. Tendo morado em Stavanger durante 4 anos lembrei-me do delicioso queijo de cabra noruegues. Moro no Rio, na Barra da Tijuca. Você tem ideia onde posso encontrar essa maravilha por aqui?
    Agradeço amtecipado e envio um forte abraço

    1. O queijinho de cabra é bom, não é mesmo! No Rio eu não faço a menor ideia. Em São Paulo eu recomendo você fazer uma visita no Empório Chiappetta. Abraço e desculpe a demora! Continuo em volta ao mundo de bicicleta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − seis =