Aurélio Magalhães – Da China Para Casa by Bike

BLOG

Bati na porta da sorte!

Rapaz! De vez em quando agente dá uma sorte né?

Dias atrás eu mandei um mensagem para os Begg via warmshower solicitando um lugar para passar a noite. O Sr. John gentilmente me respondeu dizendo que não poderia me hospedar na data que solicitei, deixando a porta aberta caso meus planos mudassem…  Meus planos mudaram… consegui pedalar bem mais que eu esperava… Mandei uma mensagem e pumba!!! Na mesma hora ele respondeu dando o aval e lá fui eu… depois de uma noite sem banho na barraca, feliz da vida pensando em um delicioso banho quente.

Eles moram em Waimate, 310 km de Christchurch ao sul do estado de  Canterbury . Cheguei perto das 18h. Enquanto nos apresentávamos e trocávamos as primeiras palavras entre a cozinha e a sala de jantar, o cheiro do fogão parecia me dar as boas vindas… e depois de uma xícara de chá já estava seguro que conhecer os Begg seria uma ótima experiência gastronômica.

Ao saber que um dos meus objetivos é coletar receitas para o meu novo livro, Ms Glenda me convidou para ficar mais um dia para acompanhar a produção de 3 tipos de queijos. Mussarela, feta e o delicioso halloumi, uma espécie de queijo fresco de origem grega ótimo para fritar. Aí foi só alegria! Além dos queijos, ela se inspirou no meu objetivo e tratou de caprichar no rango! Ms Glenda adora cozinhar! Faz queijo, conservas, chuteneys, dips, pão e tudo mais! Cozinha que é uma belezura!

Fazendo queijo na casa dos Begg´s.
Fazendo queijo na casa dos Begg´s.
Café da manhã: Delicioso ovo com espinafre.
Café da manhã: Delicioso ovo com espinafre.
John servindo o almoço: Torta de salmão com molho de mostarda e curry com massa de arroz integral.
John servindo o almoço: Torta de salmão com molho de mostarda e curry com massa de arroz integral.
Jantar: Pizza.
Jantar: Pizza.

Além de boa comida e boa conversa, também encontrei carinho e hospitalidade na casa de John e Glenda. O casal me ofereceu um confortável quarto, lavanderia para colocar minhas roupas em ordem, internet, passeios na região e até uma pescaria… sem sorte é verdade, nada de peixes… mas o visual compensou!

Vinícola onde John trabalha.
Vinícola onde John trabalha.
Pescaria de madrugada... lá vem o sol!!!
Pescaria de madrugada… lá vem o sol!!!

Aí, ontem na estrada, depois da despedida, pedalei pensando: Não foi a sorte que bateu em minha porta, fui eu quem bateu na porta dela!

 


 

A viagem ao redor do globo continua. Suba na garupa e venha comigo nesta aventura!

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Obrigado por me seguir!

Gostou desta postagem? Então curta, comente e compartilhe!

Seu envolvimento me ajuda a manter a motivação!

Você pode colaborar com este projeto ajudando e incentivando, clique no botão abaixo e conheça minha campanha de financiamento coletivo, na plataforma APOIA.se, as recompensas começam a partir de R$8,00 por mês.

10 respostas

  1. vc filho esta sendo dirigido por DEUS aparecer essa sorte diga a senhora glenda que agradeco muito pelo carinho e qd quiser vir para o BRASIL sera um prazer bjs saudade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 14 =