Aurélio Magalhães – Da China Para Casa by Bike

BLOG

Não deu para os meus amigos franceses Florian e Vincent! Eles não se recuperaram da crise de vômitos e febre e decidiram por ficar descansando mais um dia. Já eu tive mais sorte! Embora não me sentindo 100%, acordei disposto em seguir o meu plano: chegar em Atenas no dia 13.

IMG_1056
Gjirokaster – Albânia

Desejei boa sorte aos meus amigos e meti o pé na estrada! 523 km me separavam de Atenas. Era preciso fazer uma média de 90 km por dia para cumprir o planejado. Teria pela frente fortes ventos, longas montanhas e todos os imprevistos que as curvas escondem nas viagens de bike. Para piorar, nesta época do ano os dias são curtos e lá no alto das montanhas era preciso achar um lugar aquecido para passar as noites. Com isso, as vezes se gasta um tempo precioso! Minhas pesquisas indicavam noites de – 4°C.

Mesmo assim sai decidido! Logo depois de 2 horas de pedal, cheguei na fronteira entre a Albânia e Grécia. Carimbo no passaporte! 30° país do Projeto da China para Casa by Bike! A recompensa foi saber que o fuso horário mudou e teria uma hora a mais de luz por dia para pedalar. Mas havia algo errado!

10 km depois, fui obrigado a fazer uma parada estratégica em um matinho na beira da estrada. Foi uma limpeza geral e a partir daquele momento, não senti mais nada! Estava confiante novamente! Zerado! Mas continuei com os cuidados com hidratação e alimentação.

IMG_5773
Próximo a Ioannina – Grécia.

Sabia que os 3 primeiros dias eram os mais duros em relação a altimetria e tempo ruim. Mas não quis nem saber! Pedalei com muita pressa! Atropelei algumas atrações interessantes e engoli a seco os conflitos entre a necessidade e o desejo de seguir em frente e a vontade de parar e conhecer melhor alguns lugares e pessoas. Sempre quando deu, ao invés de montar a barraca, dormi na rede. Assim, o tempo gasto para levantar acampamento foi bem mais curto!

IMG_5778
Cômodo de uma casa abandonada que serviu de abrigo para a minha rede. Menidi – Grécia
IMG_5804
Dormindo na rede na beira da praia. Grécia

Depois que passeio pelas montanhas e cheguei ao litoral novamente, o vento soprou a favor e o relevo deu uma boa amainada! Ali tive a certeza que só mesmo uma tragédia me impediria de alcançar meu objetivo. Consegui até sentir o cheiro cítrico dos limoeiros e laranjeiras carregadas e não me importei em pedalar alguns quilômetros no escuro para curtir o pôr do sol.

IMG_1060
Limoeiro Siciliano – Grécia
IMG_5794
Linda ponte entre Rio e Antirrio – Grécia
IMG_5798
Colorido pôr do sol – Grécia
IMG_1064
O vento penteando o meu cabelo no litoral da Grécia.

Aí, você pode estar se perguntando: Para que essa pressa toda?

É que agora meu amigo, peço a sua licença, pois vou me ausentar até o início de fevereiro. Por que?

Só pra ver o meu amor!

 


 

A viagem ao redor do globo continua. Suba na garupa e venha comigo nesta aventura!

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Obrigado por me seguir!

Gostou desta postagem? Então curta, comente e compartilhe!

Seu envolvimento me ajuda a manter a motivação!

Você pode colaborar com este projeto ajudando e incentivando, clique no botão abaixo e conheça minha campanha de financiamento coletivo, na plataforma APOIA.se, as recompensas começam a partir de R$8,00 por mês.

14 respostas

  1. Aproveite!! E parabéns! Que longa e bela pedalada hein! But you made it! Congrats!! Nos vemos novamente, se Deus quiser! Bjo Paula & Renan

  2. FELIZ ANO NOVO Aurélio!!

    desculpe o atraso, coisa de Paulista tudo é para ontem e deixando muita coisa para depois!

    Aproveite o seu tempo garoto!! 😀

    Continue mandado notícias!!!

    Grande abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − 4 =