Aurélio Magalhães – Da China Para Casa by Bike

BLOG

A minha viagem pela Itália começou com muitas surpresas, me mostrando um país diferente daquele que conheci anos atrás. É a magia da bicicleta me proporcionando novas experiências em um país que eu adoro! Antes, meu fascínio era pela gastronomia e pela suas atrações históricas. Agora, com a minha bicicleta, estou mais perto do italianos, coisa muito difícil de acontecer como um turista tradicional!

Como sempre faço, antes de chegar a um novo destino, recorro a minha agenda de contatos e geralmente recebo uma ajuda importante para a minha viagem. Dicas, alertas, informações das mais variadas e muito mais! Ainda na Austrália, dois anos atrás, conheci Marco e Gio que também estavam em volta ao mundo de bike. Aliás, Gio continua sua empreitada e já rodou mais de 50.000 km. Já Marco, foi fisgado pelo amor e resolveu ficar no Canadá. Os dois conectaram seus familiares e amigos e já estou recebendo os benefícios. Aqui em Roma, onde faço uma pequena pausa, estou hospedado na casa da namorada de Gio, Flávia.

img_3485
A vovó Teresa, Flávia e a mamãe Ornella. Recebendo o carinho das 3 gerações em Roma, Itália.

Durante os meu primeiros dias de pedal na Itália, fui forçado a parar por alguns dias em Mondragone, na região da Campania, a terra da mussarela de búfala. Que rapaz! É de chorar!!!!

img_3453
Mussarela de búfala com salada de tomates em Mondragone. Itália.

Uma antiga lesão na sola do pé esquerdo se manifestou novamente alguns dias atrás, me obrigando a baixar o selim da bicicleta para aliviar o contato com a região afetada. Essa manobra mudou a biomecânica da pedalada, resolvendo o problema do pé esquerdo, mas afetou outra antiga lesão no tornozelo direito. Quando atravessava as ruas de pedras de Nápoles, acabei exigindo muito e o tornozelo inchou bastante. Além disso, pedalei 113 km neste dia. Não me restou alternativas se não procurar uma pousadinha para melhor tratar a lesão.

img_9033
Rápida passagem por Nápoles, para provar a mais famosa pizza do Mundo! Margherita da Pizzaria da Michele. Nápoles.
img_9038
Nápoles.

Rapaz! E que surpresa boa tive em Mondragone! Nicola, Elena e o filho Paolo transformaram o quartinho dos fundos da casa na Pousada Verdemare. Eles acabaram se encantando com a minha viagem e me ajudaram muito! Além de um baita desconto, me convidaram a comer com eles, preparando pratos para lá de especiais!

img_9045
Elena e o filho Paolo preparando um delicioso prato com frutos do mar. Pousada Verdemare. Mondragone. Itália.

Uma outra surpresa legal neste início de viagem foi encontrar Paolo, um  cicloturista italiano de Turim, que fazia uma viagem entre Brindisi, ao sul da Itália, até Roma. Nos encontramos em Gaeta e pedalamos juntos por dois dias, até pertinho de Roma, quando ele teve que se apressar para não perder o trem até sua cidade natal. Foi uma pena sua viagem ter acabado! Fizemos uma rápida amizade! Ele se mostrou um cara bacana, companheiro!

img_9073
Mais um amigo! Obrigado Paolo!
img_3457
Eu, Paolo e Don Pier Luigi. Capela de Frasso, Itália.

Paolo tem uma carteirinha de peregrino e acabou me levando com ele até a Igreja de Frasso di Sonnino, onde pernoitamos. O Padre Pier Luigi nos tratou muito bem! Nos alojou em confortáveis suítes individuais com wi-fi, e não aceitou de forma alguma, a oferta voluntária de praxe que os peregrinos oferecem.

Um bom trecho dos 323 km entre Salerno e Roma, pedalei pela famosa Via Appia, uma das principais estrada da Roma Antiga. Sua construção foi iniciada em 312 a.C. É uma estrada relativamente plana, pelo menos no trecho que percorri, tornando se ondulada apenas nas proximidades de Roma. Cortando vários vilarejos e cidade, a estrada possui duas colunas de enormes árvores que a deixam ainda mais bela e ajuda a proteger do sol. Por outro lado, é uma estrada estreita, com tráfego relativamente pesado e um tanto quanto perigosa. Em alguns trechos, optei por pedalar em vias adjacente. O asfalto no sul da Itália é bastante  irregular ou esburacado, principalmente no entorno das cidades, exigindo bastante atenção.

img_9078
Via Appia. Itália.
img_9080
Via Appia. Itália
img_9053
Formia. Itália.
img_9058
Praia de Gaeta. Itália.
img_9062
Terracina. Itália.
img_9066
Terracina. Itália.
img_9069
Já provei vários tipos de uvas na beira da estrada! Época certa para visitar o país se for apaixonado por frutas como eu! Itália.

Já em Roma, visitei apenas o Vaticano que estava no caminho para a casa da Flávia. Hoje choveu bastante!

img_2448
E de repente o Vaticano aparece em meu caminho. Roma. Itália 
img_9097
Piazza San Pietro. Vaticano, Roma. Itália.

A última surpresa boa que compartilho com vocês ainda está por vir. Quem chega amanhã direto de Barcelona é meu amigo Jordi, que pedalou comigo na Nova Zelândia. A ideia é visitar Roma e seguir juntos rumo norte! Legal pra caramba! Baita surpresa!

E você, pega uma garupa com a gente e vamos juntos!

 


 

A viagem ao redor do globo continua. Suba na garupa e venha comigo nesta aventura!

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Obrigado por me seguir!

Gostou desta postagem? Então curta, comente e compartilhe!

Seu envolvimento me ajuda a manter a motivação!

Você pode colaborar com este projeto ajudando e incentivando, clique no botão abaixo e conheça minha campanha de financiamento coletivo, na plataforma APOIA.se, as recompensas começam a partir de R$8,00 por mês.

6 respostas

  1. Muito bonita a Itália meu próximo passeio sera ai .Tato me espere ai eu não demoro .Sera talvez no ano que vem kkkkkkkkkkkkk kkkkkkk kkkkkk .. bjs saudade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + 20 =